quarta-feira, 25 de junho de 2014

Amanhã Talvez



Amanhã talvez, com mais calma
possamos conversar tranquilamente
expondo todos os nossos problemas
que se amontoaram por tanto tempo.

Amanhã talvez, com mais alegria
possamos aproveitar o espetáculo
que o dia promete ser contagiante
divertindo e contagiando sem medo.

Amanhã talvez, com mais coragem
possamos acreditar que é possível
concretizar nossos sonhos ousados
que guardados se fazem pertinentes.

Amanhã talvez, com mais amor
possamos enfrentar as dificuldades
que nos separam dos entendimentos
e venha nos unir como casal perfeito.

Amanhã talvez, com mais carinho
possamos compreender um ao outro
que somos pessoas bem diferentes
mas, únicas e juntas, amadas seremos.

Celso Ant. Dembiski

A Morte



A morte acontecerá um dia
dela eu sei que não escaparei
é o destino que um dia terei
e não verei esta luz que irradia.

Estou em um tempo transitório
que agora eu só venho aprender
cumprir essa missão, ei de vencer
nada disso será registrado em cartório.

Minha personalidade é apenas minha
igual, com certeza ninguém pode ter
e o que fizer, só eu posso se arrepender.

De tudo que eu fizer nesta vida
a única certeza que tenho, é a morte
um dia chegará, e que o amor conforte.

Celso Ant. Dembiski

Bucólica, Adormecida



Quando estou a caminhar
sigo sempre em frente
buscando algum lugar chegar
ao encontro do meu destino
assim, não devo me preocupar
devo apenas, seguir tranqüilo
sem me preocupar com o tempo
esperando a tarde terminar
sentindo a brisa mais fresca
no poente o sol vai deitando
fazendo com que a noite chegue
trazendo consigo a bela lua
com meus passos vou seguindo
admirando a paisagem mudando
que parecia alegre e com vida
agora, torna-se bucólica
ficando assim, adormecida.

Celso Ant. Dembiski