sábado, 13 de julho de 2013

Alheio



Nessa guerra do alheio
das beldades mais procuradas
todos querem estar no meio
dessas mulheres tão encantadas.

Cada uma com seu jeito
numa postura bem definida
todas elas carregam no peito
grande vivência bem adquirida.

Por isto não se importam
quando alguém mexe e assobia
se são gostosas se irritam
pior vai ser se tiverem fobia.

Trate-as com carinho e respeito
que sempre poderá estar no meio
roda a baiana com todo trejeito
jamais, despercebidas, pelo alheio.


Celso Ant. Dembiski

Vão e Vem



Como as ondas
que vão e vem
já não posso mais
é me enganar
se o que sinto
é uma doce paixão
ou puro amor
preciso descobrir
o que é um
e o que é o outro
se é amor de mais
ou amor de menos
fico tão perdido
de um lado a outro
como as ondas
que vão e vem
assim é
os sentimentos
do meu coração.


Celso Ant. Dembiski

O Prazer da Sua Voz



Quando ouço sua voz
sinto meu corpo arrepiar-se
como se, suas delicadas mãos
tocassem meu corpo por inteiro.

A cada palavra pronunciada
o envolvimento se faz maior
meus olhos desabrocham alegrias
plantadas dentro do coração.

Num efeito que é tão intenso
ocorre de forma instantânea
são palavras que me confortam
inundando meu ser de energias.

Tuas mãos despojam meu corpo
numa sofreguidão inebriante
mesmo que você esteja ausente
sua doce voz tem este comando.


Celso Ant. Dembiski