quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Um Novo Caminho



Sempre que me por a seguir
não importa qual seja o caminho
porque, eu não poderei desistir
certamente, deverei estar sozinho.

Encontrarei pela frente muitos obstáculos
e terei de contorná-los simplesmente
pois, vislumbro atingir grandes objetivos
dos quais pretendo triunfar plenamente.

Sei que, não será tão fácil assim
sozinho, eu precisarei me superar
somente assim, poderei caminhar.

A cada obstáculo que for galgado
darei um grande passo a prosperidade
em meu peito, haverá mais felicidade.

Celso Ant. Dembiski

Espelho d’água



Há quanto tempo não me via
simplesmente esqueci de viver
pois o tempo lá fora transcorria
eu apenas, deixava tudo acontecer.

Eu alimentava inúmeros sonhos
de um dia poder vir a concretizar
por isto que eu escrevia contos
era o que ainda me fazia lutar.

Dentro do peito muitos sentimentos
que eu os alimentava todos os dias
escutando as mais belas sinfonias.

Quando me encontrei de verdade
foi no espelho d’água estar refletido
liberando o amor que estava contido.

Celso Ant. Dembiski

Os Donos da Verdade



Não somos donos da verdade
cada qual do seu único jeito
tendo seus próprios pensamentos
e a todos temos que ter respeito
cada um faz sua própria escolha
indo e vindo, é o que importa
somos únicos e tão diferentes
que independentes sempre agimos
cada qual com sua alma
e a si próprio é o responsável
para poder adquirir conhecimento
e assim, ir passando pelo tempo
aprendendo as coisas boas ou ruins
que cabe, apenas, a cada um
saber o que é melhor para si
sem achar que é o melhor
do que outros quaisquer
e neste aprendizado da vida
somos iguais a qualquer pessoa
e jamais deveremos, assim, proferir
que somos os donos da verdade.

Celso Ant. Dembiski