quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Dúvidas e Dilemas



Eu tenho tantas duvidas
pois, são tantos meus dilemas
minha mente, apenas vagueia
por serem muitos, os pensamentos
que por vezes até me perco
não sei que rumo tomar
tampouco, o que devo fazer
assim, fico eu a pensar
desnorteado, sem ação
e por mais que eu tente
paralisado, tentando reagir
buscar alguma solução
para sair do meu marasmo
e as dúvidas eu dissipar
acabando com meus dilemas
sem começo, meio e fim.

Celso Ant. Dembiski

De Bem com a Vida



Como é bom estar alegre
poder desfrutar da vida
aproveitar todos os momentos
livre de qualquer aborrecimento
dentro dos mais puros sentimentos
alimento que me enriquece
deixa minha alma mais leve
tudo de forma consciente
dentro do meu íntimo discreto
apenas o que faço é viver
sem medo de ser feliz
quero poder sempre construir
aprendendo a cada instante
ensinando a qualquer tempo
de forma alegre e justa
vivendo as minhas conquistas
alegre e de bem com a vida.

Celso Ant. Dembiski

Deixar ou Tirar



Não adianta querer disfarçar
por terra, tudo veio à tona
muito menos queira lamentar
depois do ensaio vem a cena.

Sua vida, há você pouco importa
brinca como se nada existisse
feito um barco que está a deriva
como se a tudo também resistisse.

Deixe que essa tua máscara caia
ela esconde este teu semblante
assim, posso ver o teu rompante.

Venha viver a uma nova realidade
não se esconda da pura verdade
tire a máscara, ela já não te adianta.

Celso Ant. Dembiski

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Que Olhar é Esse!



Que olhar é esse!

Que tanto me devora
penetra meus sentimentos
chega a me arrepiar
sisudo, me paralisa
não sei o que dizer
muito menos o que fazer.

Que olhar é esse!

Que tanto me extasia
meu peito fica agitado
deixando-me estabanado
perco até o rumo
não consigo ficar no prumo
sinto-me tão embriagado.

Que olhar é esse!

Que tanto me escraviza
num brilho tão intenso
penetra em minha alma
tirando-me o sossego
eu o encaro sem medo
nele vejo a sedução.

Que olhar é esse!
Que tanto me desnuda
entra nas minhas entranhas
feito uma louca magia
toma conta do meu coração
com um brilho intenso
invade-me de tanta paixão.

Celso Ant. Dembiski

O Brilho da Minha Estrela



A estrela mais brilhante escondida
habita dentro do fecundo coração
lá tudo fica tão latente guardada
e só sente quem tem minha paixão.

É como uma luz a poder guiar
o alimento puro que tema alma
na mais doce sensação do paladar
esse é o grande sustento que acalma.

De uma grandeza e tão rara beleza
que neste justo coração só gera gentileza
não existe forma para ser medida.

Onde está a maior riqueza do Mundo
a sete chaves no peito fica guardado
só mesmo o amor pelo ser amado.

Celso Ant. Dembiski

Na Corda Bamba



Todos os dias um grande dilema
o que primeiro eu deveria resolver
vivo em sociedade, num sistema
outras pessoas acabam por se envolver.

Devo lutar a cada instante da vida
ir em busca do precioso sustento
procurando andar sempre para frente
sem ficar digerindo qualquer lamento.

No mesmo caminho todos os dias
já conhecia meus trejeitos e manias
indo e vindo sempre na mesma linha.

Dessa forma eu precisava me equilibrar
na ponta dos pés até tentei caminhar
verdade mesmo, eu estava na corda bamba.

Celso Ant. Dembiski

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Um Novo Caminho



Sempre que me por a seguir
não importa qual seja o caminho
porque, eu não poderei desistir
certamente, deverei estar sozinho.

Encontrarei pela frente muitos obstáculos
e terei de contorná-los simplesmente
pois, vislumbro atingir grandes objetivos
dos quais pretendo triunfar plenamente.

Sei que, não será tão fácil assim
sozinho, eu precisarei me superar
somente assim, poderei caminhar.

A cada obstáculo que for galgado
darei um grande passo a prosperidade
em meu peito, haverá mais felicidade.

Celso Ant. Dembiski

Espelho d’água



Há quanto tempo não me via
simplesmente esqueci de viver
pois o tempo lá fora transcorria
eu apenas, deixava tudo acontecer.

Eu alimentava inúmeros sonhos
de um dia poder vir a concretizar
por isto que eu escrevia contos
era o que ainda me fazia lutar.

Dentro do peito muitos sentimentos
que eu os alimentava todos os dias
escutando as mais belas sinfonias.

Quando me encontrei de verdade
foi no espelho d’água estar refletido
liberando o amor que estava contido.

Celso Ant. Dembiski

Os Donos da Verdade



Não somos donos da verdade
cada qual do seu único jeito
tendo seus próprios pensamentos
e a todos temos que ter respeito
cada um faz sua própria escolha
indo e vindo, é o que importa
somos únicos e tão diferentes
que independentes sempre agimos
cada qual com sua alma
e a si próprio é o responsável
para poder adquirir conhecimento
e assim, ir passando pelo tempo
aprendendo as coisas boas ou ruins
que cabe, apenas, a cada um
saber o que é melhor para si
sem achar que é o melhor
do que outros quaisquer
e neste aprendizado da vida
somos iguais a qualquer pessoa
e jamais deveremos, assim, proferir
que somos os donos da verdade.

Celso Ant. Dembiski

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Amor, O Meu Veneno



Como posso ficar sereno
com tantos problemas à tona
tenho vontade de tomar veneno
creio que o melhor é beladona.

Nada na vida é por acaso
tudo tem um porque de acontecer
é melhor não fazer descaso
porque depois do dia vem o anoitecer.

A cada fato vêm as mudanças
para melhor ou pior, se manifestam
que acabam surgindo lembranças
instaladas dentro do peito nos afetam.

E como a vida, assim, sempre segue
não há motivos para querer parar
descansar é preciso, e eu não me entregue
dentro de mim, só tenho amor para dar.

Celso Ant. Dembiski

Teus Olhos



Em teus olhos eu enxerguei
como podia ver bem distante
tudo aquilo que visualizei
quando parecia tão cativante.

Assim, me refugiei nas poesias
escrevendo meus pensamentos
todas as minhas loucas fantasias
esconderijo dos meus sentimentos.

Por cada olhar seu, um sonho
que eu buscava sempre realizar
você fazia-me, tentar se superar.

Só agora é que consegui entender
o quanto teus olhos irradiaram amor
achando que era eu; o sedutor.

Celso Ant. Dembiski

A Vida deve ser Vivida



A vida é para ser vivida
seja ela boa ou ruim
não importa quando for
tudo transcorre há seu tempo
decisões precisam ser tomadas
já que temos que sobreviver
enfrentando os piores dissabores
ou tendo novas conquistas
situações do dia a dia
por vezes é preciso fazer
matar um leão por dia
noutras não temos coragem
nem mesmo, força suficiente
para acabar com o que atormenta
as dores de um sentimento
como também as de euforia
que nos extasia de alegriaim
pedindo viver tão livremente
pelo medo de ir adiante
cada momento da vida
que simplesmente deve ser vivida.

Celso Ant. Dembiski

Transcrever



Não escrevo tudo que sinto
faltam-me palavras para expressar
tantos sentimentos são o meu alento
que não sei por onde começar.

Em momentos de muita tristeza
no peito sinto uma enorme dor
machuca, dilacera com frieza
corrói numa angustia sem pudor.

Quando vivencio pura alegria
nas veias sinto o sangue ferver
ao viver instantes de muita magia
é a força impulsionando-me a crer.

Fica difícil transcrever a ocasião
que a mente não consegue guardar
os pensamentos facilmente vêm e vão
as palavras que gostaria de relatar.

Celso Ant. Dembiski

Tempo de Mudar



Em nossas vidas
há certos momentos
de sentimentos sôfregos
que ficam abandonados
perdidos no tempo
por vezes despercebidos
buscando uma luz
um caminho para seguir
para preencher o vazio
que no peito se instalam
tentando assim
fortalecer o espírito
para que dias melhores
refletindo os momentos
da solidão eminente
instalada no peito
venham a serenar.

Celso Ant. Dembiski

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Por do Sol



Meus olhos

fitam o infinito

quando desponta

no horizonte magnífico

os primeiros raios

que emanam

na escuridão

prenunciando novo dia

extasiados ficam

com tamanho espetáculo

de rara beleza

meus olhos

apenas contemplam.


Celso Ant. Dembiski

Lágrimas



Nas armadilhas do coração

transbordam pensamentos mil

revelando segredos escondidos

pelas lágrimas do acaso

expostas rolam na face

envolvendo tantos sentimentos

por delírios tão incontidos

armazenados dentro do peito

que nos pregam algumas peças.


Celso Ant. Dembiski

Perder-se nos Pensamentos



Quando me perco nos pensamentos

é porque busco nas lembranças

de um passado tão distante

a realidade dos meus desejos

que estiveram apenas dormindo

na vontade de me encontrar

com os anseios bem aflorados

o que um dia eu projetei

para viver neste meu Mundo.

Celso Ant. Dembiski

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Duas Faces do Olhar



Neste olhar duas faces
uma que fica no escuro
que através das nuances
sinto-me até inseguro.

Há um medo que habita
sem enxergar a verdade
sendo assim, o coração palpita
para enfrentar a realidade.

Quando vejo com clareza
enfrento melhor cada dia
a vida tem outra pureza
lutando sempre com a ousadia.

Num misto que me invade
de alegria e tristeza me visto
está é uma grande verdade
no olhar da claridade insisto.

Celso Ant. Dembiski

O Acaso



Do acaso do Mundo
o tempo é apenas efêmero
tudo que era distante
por vezes, estava tão perto
em caminhos tortuosos
encontrei grandes desafios
nos desatinos que enfrentei
mudei para poder viver
nas searas do destino
o tempo era marcado
passando até despercebido
nesse Mundo tão aguerrido
de amores e pudores
entre sonhos e realidade
a igualdade da busca
se perdia pela vida
na luta de poder buscar
o acaso da singela vida
perdida na distância
que se faz este Mundo.

Celso Ant. Dembiski

Trem Bão



Eita! Que esse trem é bão
essa mulherada é muito danada
deixa qualquer homem sempre doidão
que se assanham em ficar pelado.

Gostam das imagens insinuantes
que extravasam na linguagem
escrevem coisas bem interessantes
e tudo acaba na boa camaradagem.

Deixa os homens de olhos espichados
querendo enxergar onde não podem
ai quando esquentam, as mulheres fogem.

Eita! Que esse trem é bão
essa mulherada tem mente fértil
até o homem impotente se acha viril.

Celso Ant. Dembiski

sábado, 13 de julho de 2013

Alheio



Nessa guerra do alheio
das beldades mais procuradas
todos querem estar no meio
dessas mulheres tão encantadas.

Cada uma com seu jeito
numa postura bem definida
todas elas carregam no peito
grande vivência bem adquirida.

Por isto não se importam
quando alguém mexe e assobia
se são gostosas se irritam
pior vai ser se tiverem fobia.

Trate-as com carinho e respeito
que sempre poderá estar no meio
roda a baiana com todo trejeito
jamais, despercebidas, pelo alheio.


Celso Ant. Dembiski

Vão e Vem



Como as ondas
que vão e vem
já não posso mais
é me enganar
se o que sinto
é uma doce paixão
ou puro amor
preciso descobrir
o que é um
e o que é o outro
se é amor de mais
ou amor de menos
fico tão perdido
de um lado a outro
como as ondas
que vão e vem
assim é
os sentimentos
do meu coração.


Celso Ant. Dembiski

O Prazer da Sua Voz



Quando ouço sua voz
sinto meu corpo arrepiar-se
como se, suas delicadas mãos
tocassem meu corpo por inteiro.

A cada palavra pronunciada
o envolvimento se faz maior
meus olhos desabrocham alegrias
plantadas dentro do coração.

Num efeito que é tão intenso
ocorre de forma instantânea
são palavras que me confortam
inundando meu ser de energias.

Tuas mãos despojam meu corpo
numa sofreguidão inebriante
mesmo que você esteja ausente
sua doce voz tem este comando.


Celso Ant. Dembiski

domingo, 23 de junho de 2013

Compartilhar



Eu quero todo seu amor
não importa como seja
preciso desse teu calor
nos lábios sabor de cereja.

Que este amor traga felicidade
alimento da nossa paixão
quero viver apenas a realidade
com batidas fortes do coração.

De uma forma tão irreverente
somos duas almas enamoradas
precisando viver livremente
mesmo que estejam ligadas.

Quando se entregam puras
caminham sempre lado a lado
no amor fazemos nossas juras
por tudo que é compartilhado.

Celso Ant. Dembiski

Ensina-me



Ensina-me a ver com os olhos fechados
este mundo tão louco, que a
cada dia torna-se mais perigoso.

Ensina-me a entender melhor
os sentimentos, que a todo momento
surgem novos fatos e acontecimentos.

Ensina-me a buscar melhores
oportunidades, fazendo com que eu
me desligue das rotinas do dia a dia.

Ensina-me a poder mostrar, todo
o conhecimento que adquiri, durante
as minhas lutas, com vitórias e derrotas.

Ensina-me como posso amar, sem
qualquer cobrança, sendo que amamos
e somos amados e, por vezes não correspondidos.

Ensina-me a viver a vida, como ela é
nos ofertada, por que cada momento
é único e, não teremos tempo para ensaios.

Celso Ant. Dembiski

Como Reagir



Você me deixa tão triste
pode até pensar em mim
não sei por que ainda insiste
em dizer que gosta de mim.

Tuas aparições são como relâmpagos
que raramente eu consigo enxergar
da atenção apenas aos teus amigos
assim, você, esquece de me procurar.

Nem em seus recados sou lembrado
sinto e vejo o quanto fico de lado
quando teus recados são para outros.

Parece descuido, mas eu me ligo
doravante, me reportarei como amigo
quem sabe, assim, eu seja reconhecido.

Celso Ant. Dembiski

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Desanimo



Num momento da vida
o desanimo que se abate
deixa o corpo sem reação
inerte, fico na mesma posição
as forças se minguam
sem vontade do quarto sair
na cama fico a pensar
sentado nas próprias pernas
pensamentos mil a rodar
na transparência do meu ser
sinto a solidão, no corpo invadir
precisando de afagos e carinhos
ponho-me a chorar dessa angustia
deixando apenas, o tempo passar.

Celso Ant. Dembiski

Ah! Como Quero Amar



Ah! Como quero amar
simplesmente sem pensar
sem obrigação qualquer
amar por puro sentimento
em cada simples gesto
viver meus bons momentos
sempre de bem com a vida
chorar de qualquer alegria
sorrir também com as tristezas.

Ah! Como quero Amar
sem nenhuma cobrança
dividindo meus anseios
compartilhando a vida
andar de mãos dadas
curtir todos os momentos
nos deveres e direitos
com muita esperança
apenas em amor sincero.

Ah! Como quero Amar


Celso Ant. Dembiski

Chegou, se instalou



Do nada, assim, você surgiu
silenciosamente, foi se instalando
como não conhecia, licença não pediu
sem estranhar, foi logo gostando.

Não sabia explicar, apenas sentia
tomou conta, achava ser seu lugar
nada disso era sonho, só parecia
tudo tão real, preferiu então continuar.

Um Mundo novo, todo diferente
pouco se importou, apenas espreitava
com os olhos se encantando, sempre ciente.

Tornou-se tão mais feliz, nova vida
tudo prometendo, de vez, para ficar
chegou, se instalou, é uma outra morada.

Celso Ant. Dembiski

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Despertar



Chega dessa loucura que sinto
um sofrimento imenso, escabroso
me deixa com medo, tanto quanto
tenho é que parar, não ser medroso.

Devo mudar, acabar com essa sina
fazer meu Mundo girar, apenas despertar
os dias passam, chega de tanta rotina
aproveitar a chuva, o sol e desabrochar.

Lá fora, nada para, tudo segue
não importa o clima, tudo acontece
com tanta mentira, a verdade persegue.

Quero agora aclamar, versos de poesias
deixando o amor adentrar, aqui se instalar
acabando com a loucura e viver das alegrias.

Celso Ant. Dembiski

Amor Virtual



Um amor sem medida

apenas um monitor

um teclado ao seu dispor

assim, tudo começou

entre sonhos e desejos

tantas eram as afinidades

sonhos da liberdade

a entrega foi fatal

a paixão aconteceu

do outro lado queria estar

para te amar loucamente

era tudo que eu queria

que tudo fosse real.


Celso Ant. Dembiski

Libertar-se




Quando despojo-me
das angustias
que atormentam
meu pobre coração.

Estou despindo-me
das agruras
para novamente viver
outros sentimentos.

Caminhando livre
sem nenhum rancor
um novo tempo
de dias promissores.
 
Celso Ant. Dembiski

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Meu Destino



Guardo em meu peito
o que a vida me deu
muitas alegrias e tristezas também.

Tantas coisas aprendi facilmente
outras, já foram às duras penas
por isto, sou o que sou.

A vida é um grande desafio
ela nos ensina no dia a dia
com as derrotas e vitórias também.

Sigo apenas, o meu destino
sendo ele o meu dilema
para sempre, na vida vencer.

Celso Ant. Dembiski

O Melhor



O melhor de mim

será todo seu

quando fizer

por merecer

não poderei

jamais reclamar

a não ser, enfim

a ti me entregar.
 

Celso Ant. Dembiski

Emtregar-te Me



Quando entregar-te me a ti

dar-te–ei o melhor de mim

receberás os meus sinceros

e mais puros sentimentos

guardados a sete chaves

dentro do meu peito

no meu coração.


Celso Ant. Dembiski

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Pétalas



As pétalas das rosas

mesmo que caídas

enfeitam meu jardim

mostrando sua beleza

alegrando minha vida

colorindo os meus dias

perfumando sempre

os meus sentidos.


Celso Ant. Dembiski