sábado, 14 de agosto de 2010

Passo e Contrapasso



No compasso da dança
eu danço com alegria
como a rima da poesia
que se segue uma linha.

Em cada passo dançado
um ritmo a ser seguido
solto e bem descontraído
ousado com corpos colados.

Com ou sem qualquer jeito
na pista eu dou meus passos
dois prá cá, dois prá lá
neste compasso eu danço.

Esqueço da vida lá fora
no ritmo da dança eu sigo
na dança ou contradança
que me sinto tão feliz.

Celso Ant. Dembiski