quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Louco Amor



Louco Amor

Deste meu louco amor intenso
transformo em versos, na poesia
um sentimento tão imenso
que a muito eu não vivia.

Nos verbos da minha conjugação
faço valer o meu destino
tudo se traduz na empolgação
sem a preocupação do desatino.

Traduzo este sentimento de amor
nas palavras que eu recito
em rabiscos deste meu escrito.

Grandeza que eu desconhecia
incrustado no peito eu sabia
esse louco amor tão descomunal.


Celso Ant. Dembiski