quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Tudo há seu Tempo



Tudo há seu Tempo

Na conjugação do tempo
que outrora tenha nascido
a muito vingou no campo
hoje parece estar combalido.

No sagrado tempo passou
sua trajetória foi decisiva
alegrias e tristezas causou
que a sua vida foi lasciva.

Constante era esta entrega
de qual maneira não importa
no coração abria-se uma porta.

Se era inteiro ou em pedaços
tudo aconteceu a contento
o tempo que firmou o momento.


Celso Ant. Dembiski