segunda-feira, 15 de junho de 2009

Abrigo-me em teu Ser


Em teus braços
entrego meus sonhos
nos teus devaneios
abriga-me nos teus seios.

Ouço teu coração
que de emoção palpita
pulsando em carinhos
abraça-me com tesão.

acalenta-me com afagos
circunda meus cabelos lisos
com os dedos faz seu chamego
sussurrando em meu ouvido.

No teu abrigo
o meu consolo
embalo os sonhos
entregando meus desejos.

Com todo este prazer
só posso agradecer
você é tudo que eu quero
abrigo-me em teu Ser

Celso Ant. Dembiski