terça-feira, 5 de abril de 2011

A Tua Procura



Quando o dia clarear
vou sair para te procurar
não me importa onde
nem o tempo que vou levar
menos ainda, o quanto andarei
vou te procurar em cada canto
até eu te encontrar
faz tempo que eu não te vejo
não sei o que tem feito
talvez, já nem pense em mim
por isto me esqueceu
sumir sem dar notícias
perdeu todo o interesse
mas, a mim deixou marcado
mesmo, o tempo tendo passado
a saudade que bate é forte
no peito ainda sufocado
esperando que você volte
por isto não posso esperar
assim, que o dia clarear
sairei para te procurar
e aquietar o meu coração.

Celso Ant. Dembiski