quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Porta Aberta



Quando você chegar
entre sem bater
já não precisa fazer
a porta estará aberta
não importa quando for
estarei ao seu dispor
não faça qualquer alarde
espero por teus carinhos
não importa a hora
deixarei tudo pronto
para este nosso encontro
matando esta saudade
que no peito arde
por este tempo sem te ver
preciso me aquietar
só você para me acalmar
faz parte da minha vida
já é metade do meu ser
estando dentro de mim.

Celso Ant. Dembiski