segunda-feira, 16 de abril de 2012

Folha em Branco



Ah! Você nem imagina
essa folha toda branca
sem qualquer linha traçada
parece apagada, sem vida
transforma-se num momento
quando minha caneta pena
que sem dó nem piedade
macula toda em tinta azul
dando assim, sinal de vida
com um imenso carinho
rabisca palavras tão intensas
na qual você bem absorve
a tinta fria e molhada
que na firmeza da mão
suaviza com a caneta pena
dando alegria ao ser preenchida
com a merecida dedicação
de quem gosta de transcrever
com volúpia e muita paixão
agora esta folha toda transcrita
carrega parte da minha vida
e para sempre ficará marcada.

Celso Ant. Dembiski