quinta-feira, 2 de maio de 2013

Meu Coração



Já perdi as contas nesta minha vida
de quantas vezes tentei falar com você
foram tantos os pedidos que fiz
só sei dizer, que muitos foram por amor.

Achava que poderia resolver algum dia
Descobrir o porquê deste estado de euforia
em que você me deixava tão atacado
arrastando e arrasando meus sentimentos.

Impossível era conseguir controlar tudo isso
uma agonia pressionando no peito
que querendo descobrir uma forma de entender
tudo sentia dentro de você e não compreendia.

O tempo foi passando e pouco mudou
muitas coisas eu consegui arrancar de você
porque me fez chorar com algumas desilusões
no peito você batia tão forte, quase me sufocando.

Mas, nada como choro e lágrimas sentidas
não deixando assim, criar feridas mal curadas
porque eu sei que muito tenho a lhe pedir
espero que você, meu coração, possa responder.

Celso Ant. Dembiski