quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Apenas EU



Neste Mundo em que vivemos...

Quero ser apenas EU
nada querendo mudar
tentar ser feliz como sou
sem medo dá vida enfrentar.

Quero ser apenas EU
rir feito criança
das mais simples lembranças
como escorregar na poça d’água.

Quero ser apenas EU
poder chorar em meu canto
sem que ninguém incomode
minhas lágrimas descerão livremente.

Quero apenas ser EU
que também sofre de amor
enfurnado dentro de casa
sem vontade de mostrar a cara.

Quero ser apenas EU
não impor nada a ninguém
porque eu não aceito também
cada um seja seu próprio Ser.

Celso Ant. Dembiski