segunda-feira, 15 de março de 2010

Ausente se Faz



A você que ausente se faz
eu não sei por qual motivo
vivemos vidas tão diferentes
cada qual com seus problemas
sentimos falta um do outro
que tantas coisas me fazem pensar.

A você que ausente se faz
que mesmo estando distante
os corpos físicos não se encontram
só que nos nossos pensamentos
fazem-se tão presentes
que é difícil de nos esquecer.

A você que ausente se faz
vive em busca dos teus sonhos
lutando com unhas e dentes
por vezes esquecem da gente
tamanha são as dificuldades
que fazem a nos afastar.

A você que ausente se faz
que também chora sozinha
por vezes querendo desabafar
mas, a solidão que a impede
a isola cada vez mais
não querendo o outro atrapalhar.

A você que ausente se faz
espero mais cedo poder reencontrar
matando todas as minhas saudades
que fazem bem ao meu coração
alimentando os belos sentimentos
quando novamente pudermos nos falar.

Celso Ant. Dembiski