terça-feira, 23 de março de 2010

Quero um Amor



Quero um amor
que seja puro
que não tenha segredos
venha a ser precioso
por ser transparente
sem qualquer medo
assim me faz seguro.

Quero um amor
que guarde silêncio
dos momentos tímidos
e arroubos destemidos
desse amor expandido
do olhar penetrante
que nos faz tremer por inteiro.

Quero um amor
por quem eu viva
sem nenhuma intriga
seja companheiro, solidário
de total cumplicidade
sem medo da verdade
dos olhares íntimos trocados.

Celso Ant. Dembiski