sábado, 6 de março de 2010

Chuva Fria



Por vezes vejo
na tarde fria
o vento forte
trás consigo
a chuva fina
na vidraça respinga.

Neste triste tempo
o sol sumiu
tirando o brilho
sem esperança
da chuva fria
parar de molhar.

Sem força rolam
lavando a vidraça
que sem graça
gotas de pranto
som lágrimas de alguém
tristes vem escorrer.

À tarde se vai
com a chuva fina
que fria cai
tudo molhando
o vento espalhando
por todo lugar.

Celso Ant. Dembiski