quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Alegria e Choro




Qual amigo é este
que por vezes vive escondido
em seu canto recolhido
tem a tristeza no peito
que a gente não vê chorar...

Quando enturma-se se transforma
para passar sua alegria
contagiante em suas emoções
de sorriso estampado
mostra tranqüilidade e paz...

A luz que trás nos olhos
no calor dos braços abertos
sua presença aquece alguns corações
sem saberem das suas preocupações...

Solidário para com os amigos
não esconde seu entusiasmo
divertindo-se nos bons momentos
dividindo-se com todos os amigos...

Escondendo os apertos no peito
que a si mesmo pretende enganar
longe de todo mundo
o choro não consegue guardar.

Celso Ant. Dembiski