segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A Sua Procura




Eu ando a sua procura
porque acabamos nos perdendo
você seguiu outro rumo
deixando-me parar trás
sem notícias me deixou
seguindo seu caminho
por uma estrada sem fim.

Agora que eu encontrei
o rastro do seu paradeiro
em seu encalço estou
para novamente te achar
e quando te encontrar
poder-te abraçar fortemente
e não mais te largar.

Que meus olhos encontrem
os seus poder olhar
buscando neles palavras ocultas
que a boca omite pronunciar
viajando nos belos sonhos
a louca vontade de amar
junto de você poder estar.

Celso Ant. Dembiski