sábado, 26 de setembro de 2009

Deixe-me




Deixe-me conhecer-te
mesmo que seja em partes
cada dia uma novidade
para viver nossa realidade.

Deixe-me sentir teu calor
em meu peito te abraçar
nos teus braços me enlaçar
fazendo o amor revigorar.

Deixe-me olhar em teus olhos
o que tua alma quer dizer
neste brilho que ilumina
a força do nosso destino.

Deixe-me ver teu sorriso
sentir nos teus lábios macios
o sabor desta louca paixão
firmando no beijo nossa união.

Deixe-me amar-te loucamente
entregar-me a ti por inteiro
neste leito fazer nosso ninho
para nunca mais nos separar.

Celso Ant. Dembiski