sábado, 5 de setembro de 2009

Minha Busca




Que na tua indiferença
provoca-me tanta melancolia
faz ficar-me distante
querendo ficar bem ausente...

Assim, aos poucos eu morro
pelo pouco que você me diz
vontade a minha é partir
já que não a tenho como antes...

Apesar do que agora sinto
busco ainda, conquistar-te
como também não sei como fazer
deixarei o tempo se encarregar...

Se vai valer a pena, não sei
vou procurar, nos sentimentos me encontrar
nos sonhos que ainda busco
ver se vale à pena te amar...

Este é um Mundo sedento
que por indiferença me sinto
longe de onde eu gostaria de estar
deixarei os sonhos, assim, me levar.

Celso Ant. Dembiski