sábado, 5 de setembro de 2009

Permita-me




Permita-me em meus pensamentos
possa neles buscar-te sempre
que com meus olhos fechados
busque-a nos sonhos mais desejados.

Permita-me poder ir tão longe
onde os pensamentos não se escondem
que é ali que tudo floresce
dos desejos que o coração não esquece.

Permita-me que no meu silencio
sejam apenas meus estes sentimentos
nos quais, longe eu vou buscar-te
para que deles você possa partilhar.

Permita-me que eu possa aprender
não importa o tempo que leve
e que nunca seja tão tarde
realizar meus sonhos como desejo.

Permita-me nunca estar sozinho
nesta vida existem muitos caminhos
e o nosso Mundo é tão vasto
espero que você seja meu destino.

Celso Ant. Dembiski